17 de nov de 2017

Eleição da CADEESO mobiliza pastores das ADs no Espírito Santo

Nova Diretoria deverá ser eleita em janeiro quando de 10 a 13 ocorrerá a 109ª AGO da Convenção Capixaba


Por Paulo Pontes

Os ministros (pastores e evangelistas) da Convenção das Assembleias de Deus no Estado do Espírito Santo e Outros – CADEESO, conforme o edital de convocação, vão se reunir, realizando a 109ª AGO – Assembleia Geral Ordinária, no período de 10 a 13 de janeiro de 2018, no templo da Assembleia de Deus, em Aribiri, Vila Velha (ES), para, entre outros assuntos em pauta, eleger a nova Mesa Diretora e o Conselho Fiscal para a gestão do quadriênio 2018-2021.

Até a data regimental, de sessenta dias antes da AGO, apenas duas chapas foram protocoladas e registradas na Secretaria Geral da CADEESO.

A chapa “Unidos pela Cadeeso” é liderada pelo pastor Oscar Domingos de Moura, que comemora 86 anos de idade no próximo dia 22/11, e há 14 anos está no cargo de presidente, desde o final de 2003, novamente caminha em busca de mais uma reeleição, tendo como destaque em sua campanha a proposta de construção de um centro de convenções para a instituição.

O pastor Moura, como é conhecido, é presidente da Assembleia de Deus Ministério de Jardim Colorado, com sede em Boa Vista, Vila Velha (ES). Na Cadeeso, atuou em comissões como a Conciliadora e a Cecam, e exerceu as funções de 3º, 2º e 1º vice-presidente, e assumiu a presidência da Convenção no final de 2003, por força estatutária.
A chapa “Juntos Somos + Fortes”, tem como líder o pastor Arnaldo Candeias, com 84 anos de idade, e pela primeira vez coloca seu nome à disposição como candidato à presidente da Cadeeso.

O pastor Candeias, foi separado para presbítero, em 1965 e em 1970 ingressou na CADEESO como evangelista; e, foi ordenado ao ministério pastoral em 1977. Substituiu o pastor Yolete Pirassununga Ribeiro, quando assumiu a presidência da Assembleia de Deus em São Torquato no ano de 1982. Na Cadeeso, atuando desde 1977, ocupou diversos cargos na diretoria; atualmente é o 1° vice-presidente eleito. Conforme nos informou, a decisão de concorrer à presidência da Cadeeso é uma resposta ao clamor de muitos ministros da Convenção, que manifestam desejo de mudança.

O processo eleitoral deverá acontecer em conformidade com o que determina a Seção I, Cap. IX do Estatuto, e o Cap. IV e V do Regimento Interno da Cadeeso, e portanto, a posse da chapa eleita para a Mesa Diretora e Conselho Fiscal se dará na última sessão da 109ª Assembleia Geral Ordinária.

Abaixo, as duas chapas com suas respectivas composições:

CHAPA “UNIDOS PELA CADEESO”


Presidente: Pr. OSCAR DOMINGOS DE MOURA

1º Vice-Presidente: Pr. JOSÉ BRUNO
2º Vice-Presidente: Pr. KEMUEL SOTERO PINHEIRO
3º Vice-Presidente: Pr. NATANAEL NUNES
4º Vice-Presidente: Pr. LAMINIER JARDIM

1° Secretário: Pr. ISAQUE SAMORA
2º Secretário: Pr. GERSÍLIO RIBEIRO
3º Secretário: Pr. RENATO PIROVANI
4º Secretário: Pr. SAMUEL RIBEIRO

1° Tesoureiro: Pr. EDSON EUGÊNIO VICENTE
2º Tesoureiro: Pr. FRANCISCO ASSIS BARBOSA
3º Tesoureiro: Pr. MANOEL LUIZ TEIXEIRA
4º Tesoureiro: Pr. REGINALDO LOUREIRO

Conselho Fiscal
Pr. JURANDIR
Pr. ÁLVARO DE OLIVERIA
Pr. SIVALDO DANTAS
Pr. JUCIMAR MIRANDA
Pr. WALTER MELLO
Pr. GERSON CONRADO

CHAPA “JUNTOS SOMOS MAIS FORTES”


Presidente: Pr. ARNALDO CANDEIAS

1º Vice-Presidente: Pr. DIONÍSIO ALVES
2º Vice-Presidente: Pr. DÉLIO NASCIMENTO
3º Vice-Presidente: Pr. PEDRO LIRIO
4º Vice-Presidente: Pr. RENATO BRUM

1° Secretário: Pr. GEZIEL NASCIMENTO
2º Secretário: Pr. RICARDO RESENDE
3º Secretário: Pr. JASMIRO MARTINS
4º Secretário: Pr. DANIEL ALMEIDA

1° Tesoureiro: Pr. WALTER AVELINO
2º Tesoureiro: Pr. NOEL DE OLIVEIRA
3º Tesoureiro: Pr. SÉRGIO RAMOS
4º Tesoureiro: Pr. WALDIR MARCOLINO

Conselho Fiscal
Ev. RONNY OLIVEIRA
Ev. ROGÉRIO CARNEIRO
Pr. SEBASTIÃO ANILTON INOCÊNCIO (Niltinho, cantor)
Pr. ISAIAS MÁRIO PEREIRA
Pr. AMÂNDIO ALMEIDA
Pr. JOÃO VALERIANO
Fundação da CADEESO

Conforme publicado sobre a História das Assembleias de Deus no Estado do Espírito Santo, em 1948 foi realizado o mais arrojado programa de evangelização em solo capixaba, sob a liderança do pastor Waldomiro Martins Ferreira que, com ampla visão, desenvolveu um próspero trabalho juntamente com outros pastores, e fundou, em 18 de outubro de 1959, a Convenção das Assembleias de Deus no Estado do Espírito Santo e Outros – CADEESO, e foi seu presidente até o ano de 1970, quando foi jubilado. Naquela época, e por algum tempo, assumiu em seu lugar o vice-presidente, pastor Sebastião Davino dos Reis. O pastor Waldomiro Martins Ferreira foi chamado às mansões celestiais no dia 25 de julho de 1975.

Hoje a CADEESO é a maior convenção do Estado do Espírito Santo, em número de filiados, mas além de coordenadorias também estão instaladas em solo capixaba outras cinco convenções com vínculo na CGADB e na CONAMAD.

FONTE: SEARA NEWS

UMADJO ROAD abençoando o trânsito de Joinville


No último domingo dia 12 a UMADJO ROAD realizou a 4ª Motosseata Evangelística de Joinville. A UMADJO ROAD é um MotoGrupo Cristão que atua como um braço evangelístico da UMADJO – União das Mocidades das Assembleias de Deus de Joinville.

Em tempos de tantas intolerâncias, estresses, nervos à flor da pele, o transito de nossas cidades tem sido um local onde toda essa energia negativa tem sido descarregada. Tanta correria e pressa acaba culminando mais estresse e tensão na vida do ser humano. Pensando nisso a UMADJO ROAD foi as ruas neste domingo para conscientizar e ministrar uma palavra profética de paz para as nossas ruas.

Nessa 4ª Motosseata Evangelística Umadjo Road nós tivemos a temática; “A igreja defendendo a família!” O desejo da Umadjo Road este ano é que a paz que desejamos para os lares para as famílias venha ser refletida no transito de nossa cidade, trazendo segurança, trazendo uma fluidez abençoada para que todos os cidadãos, esposos, esposas, pais e filhos possam ir e vir em segurança no transito de Joinville, que os ambientes familiares e de trabalho sejam tranquilos pois todos já se conduziram com tranquilidade e segurança. O desejo da Umadjo Road é que Deus venha fazer parte da vida das pessoas não somente dentro das igrejas, mas no seu dia a dia em suas rotinas, inclusive, no transito, que todos sejam uma benção por onde quer que passarem. Pr Cássio Rodrigo Ruthes – Coordenador UMADJO Road.

O evento contou com o apoio da Guarda Municipal de Transito de Joinville. Outros MotoGrupos de nossa cidade se juntaram em apoio ao evento. Os motociclistas se reuniram no templo da IEADJO no Bairro Vila Nova e partiram em comboio ao templo sede na Av. Getúlio Vargas de nossa cidade. Conscientizando orando e fazendo a diferença assim teremos um transito abençoado.

Demais fotos do evento no Link abaixo:


FONTE: IEADJO








10 de nov de 2017

CEADDIF - Convenção das ADs de Brasília/DF nega saída da CGADB

Pr. Geovani Neres presidente da referida Convenção assina documento afirmando permanência na Convenção Geral


A Diretoria da CEADDIF - Convenção Evangélica das Assembleias de Deus no Distrito Federal, através do seu Presidente, pastor Geovani Neres Leandro da Cruz, publicou uma Nota Administrativa sob número 01/2017, onde reconhece a autonomia da convenção para quaisquer tratativas, mas nega qualquer garantia até o momento, que confirme seu pedido de descredenciamento da CGADB - Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, ou na coletividade dos ministros a ela filiados.

Na nota abaixo, o Presidente contesta áudio supostamente insinuoso que vem sendo veiculado nas redes sociais, e declara que por uma decisão estatutária, a instituição é credenciada pela CGADB, e qualquer decisão que possa mudar tal regra só poderá acontecer após deliberação em AGE - Assembleia Geral Extraordinária, previamente convocada para esse fim, jamais podendo ocorrer por decisão monocrática de seu presidente ou resolução de sua Diretoria, reconhecendo no entanto a liberdade individual dos seus filiados de permanecerem ou não filiados à instituição maior, citando resolução da Mesa Diretora da CGADB que garante tal postura.

Leia a Nota na íntegra, abaixo:

NOTA ADMINISTRATIVA Nº 01/2017

Esclarecimento quanto à possível saída da CGADB do Pr. Presidente da CEADDIF e grupo a ele supostamente ligado;

Esclarecimento quanto à desvinculação da CEADDIF do quadro de afiliadas da CGADB;

Esclarecimentos sobre marcos jurídicos; Tendo tomado conhecimento de que vem sendo veiculado nas redes sociais áudio que divulga informação de que eu, Pastor Presidente GEOVANI NERES LEANDRO DA CRUZ, encontro-me em entendimentos com vistas a minha saída da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil – CGADB com um grupo de outros pastores, filiados à Convenção Evangélica das Assembleias de Deus do Distrito Federal  – CEADDIF, e, nesta esteira, ficaria garantida à desfiliação da CEADDIF da CGADB e filiação da mesma a um novo órgão, vimos esclarecer os pontos abaixo, para que não paire dúvida sobre a forma de agir desta organização.

Conquanto houvesse eu, com bom e expressivo grupo, apoiado em diversos pleitos  nomes aos quadros da CGADB, não firmei qualquer compromisso  que importasse adesão irrestrita ad eternum a ele ou quem quer fosse. O que o áudio promete não pode, por isto, ser inferido da já histórica parceria que temos travado.

No áudio é feita menção de 5.000 (cinco mil ) integrantes da CEADDIF que comigo sairiam da CGADB. Nossa Convenção não conta com mais de 4.000 (quatro mil) integrantes. A CEADDIF é nacionalmente conhecida pela forma democrática com que expressa suas vontades e baixa suas normas. Um presidente, neste órgão, não é plenipotenciário, não se lhe dispõem poderes tais que garantam transferências de plantéis humanos, de sorte que ir deste para aquele ou outro lugar, em movimentação, seja fruto de determinação monocrática.

Esta convenção tem sido, na sua forma republicana de decidir, um exemplo para muitos grupos que nela se espelham para se formarem. Tal afirmação serve igualmente para intuir que a criação de uma nova Convenção, com a instrumentalidade da CEADDIF, não pode ser descartada, se isto for vontade da Assembleia Geral, o que não é fato.

A CEADDIF é estatutariamente ligada à CGADB. O desfazimento desse vínculo, ainda que proposto legitimamente por um convencional, só é possível com uma reforma estatutária, necessariamente a transcorrer em Assembleia Geral Extraordinária, não podendo ser tratada em Assembleia Ordinária, em hipótese alguma, como mera resolução.

Apesar do exposto, é útil e oportuno dizer muitos dos membros da CEADDIF houveram por bem, em liberdade e voluntariamente, desligar-se do órgão central. Nem mesmo seria necessária uma incitação de qualquer dos membros da Mesa Diretora desta Convenção Regional, ou de uma de nossas lideranças.

Com a emissão da Resolução da Mesa Diretora nº 001/2013, de 23/05/2013, da CGADB, muitos dos integrantes desta Casa optaram por não mais pertencerem ao órgão central. No documento normativo, fica claro que a Convenção Geral reconhece não poder obstar uma saída de Ministros de seus quadros, ainda que se mantenham na Convenção Regional.

Nisto, deve-se entender que não havia, e não há, como forçar uma Convenção Regional a militar em prol da não evasão do órgão central, de Ministros regionalmente mantidos na Convenção de procedência.

Dessa forma, ainda que seja verdade uma intensa manifestação da vontade de sair da Convenção Geral, ela em hipótese nenhuma deve-se à CEADDIF e de alguma forma se deve à compreensão do que, para todos, a CGADB, expressa na Resolução acima citada que emitiu.

Brasília, DF, 10 de novembro de 2017

GEOVANI NERES LEANDRO DA CRUZ
Presidente

Veja abaixo o facsímile da

NOTA ADMINISTRATIVA Nº 01/2017 da CEADDIF




Para o culto ser maravilhoso por Pr. Osiel Gomes (AD Tirirical/MA)

9 de nov de 2017

CEADAM Convenção da AD no Amazonas se desliga da CGADB

Pastor Jônatas Câmara assumiu presidência
da CEADAM após ida de seu irmão,
Pr. Samuel Câmara para Belém/PA
CEADTAM passa a ser a única Convenção do Estado ligada à Convenção Geral

No estado do Amazonas existem duas Convenções Estaduais das Assembleias de Deus ligadas à Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), hoje presidida pelo pastor José Wellington Costa Junior.

A primeira delas é a CEADAM - Convenção Estadual da Assembleia de Deus no Amazonas, presidida pelo pastor Jonatas Câmara; a segunda é a CEADTAM - Convenção Estadual da Assembleias de Deus Tradicional no Amazonas, presidida pelo pastor Gedeão Granjeiro Fernandes de Menezes, fundada em 14 de outubro de 2000, após discordar de metodologias e doutrinas adotadas pela pioneira no estado, a CEADAM.

Assim como seu irmão, pastor Samuel Câmara, nesta quinta-feira, 09 de novembro de 2017, afim de ingressar na CADB - Convenção das Assembleias de Deus no Brasil à ser fundada pelo líder da Igreja AD em Belém/PA, o pastor Jonatas também protocolou junto à CGADB seu pedido de desligamento.

No documento entregue à secretaria geral da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, o líder amazonense não pede só seu desligamento, mas de todos os ministros pertencentes a AD no Amazonas, bem como o cancelamento do Registro da CEADAM do quadro de Convenções regionais ligadas à CGADB.

Devido a solicitação da CEADAM, a Convenção da AD Tradicional, CEADTAM, presidida pelo pastor Gedeão, que goza do respeito e amizade de grande parte dos líderes das ADs no Brasil, passa a ser a única representante da CGADB no estado.

Pastor Jonatas na última eleição da CGADB realizada em 09/04/2017 concorreu ao cargo de 2º secretário, ficando em segundo lugar com 8.290 votos. 


Confira abaixo cópias do documento protocolado...