9 de out de 2018

IEADPE homenageia pastor Ailton José Alves pelos 20 anos na presidência da Igreja


O pastor Ailton José Alves esta completando neste mês de Outubro/2018, 20 anos que foi empossado presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Estado de Pernambuco, a IEADPE. A data foi lembrada com muita propriedade pelos diversos meios de comunicação da Igreja; confira abaixo a mensagem disponibilizada no site da Igreja que também neste mês completa seus 100 anos de fundação.

Deus tem confirmado as obras de suas mãos, e a igreja tem prosperado, e o Evangelho tem sido anunciado dia e noite. Sua fé destemida, visão para a expansão do Reino de Deus e determinação para cumprir o chamado divino em sua vida inspiram a todos nós. Nossa oração é que Deus a cada dia continue com Suas potentes mãos protegendo-o e concedendo-lhe muitos anos de vida, saúde e paz! Conte conosco e com nossas orações!

"Pois o Senhor, teu Deus, te abençoou em toda a obra das tuas mãos; ele sabe que andas por este grande deserto; estes (vinte) anos o Senhor, teu Deus, esteve contigo; coisa nenhuma te faltou". Deuteronômio 2:7

Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco - IEADPE

FONTE: Site IEADPE

No JN Bolsonaro cita a Bíblia e agradece aos evangélicos

Candidato negou que aumentará impostos e desautorizou fala sobre nova Constituição



Na noite desta segunda-feira (8), durante sua entrevista ao Jornal Nacional, o candidato do PSL à Presidência Jair Bolsonaro negou várias acusações que vem sendo veiculadas contra ele e desautorizou fala do general Hamilton Mourão, vice em sua chapa, sobre nova Constituição.

Logo no início, agradeceu as quase 50 milhões de pessoas que votaram nele no primeiro turno. Também citou a Bíblia, enfatizando: “O nosso compromisso, a nossa plataforma, a nossa bandeira baseia-se em João 8:32: ‘E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará’”.

Em seguida, fez uma menção especial às lideranças evangélicas, aos caminhoneiros, aos policiais civis e militares, e à população do Nordeste.

Destacou ainda que está grato à família brasileira, “que tanto clama para que seus valores sejam respeitados. E mais ainda que a inocência da criança em sala de aula esteja acima de tudo”.

Esclareceu também que são falsas as notícias veiculadas sobre a criação de uma nova CPMF, aumento do imposto de renda para população de renda menor e fim do bolsa família em seu governo.

Na parte final da entrevista, afirmou que pretende “pacificar e unir o povo brasileiro, sob a bandeira verde e amarela… juntando todos que foram divididos no passado pela esquerda”. Finalizou com a promessa que, se eleito, “faremos um Brasil diferente do que foi feito até o momento”.

FONTE: Gospel Prime

8 de out de 2018

Bolsonaro e Haddad irão disputar a presidência no segundo turno

Os candidatos do PSL e PT irão prolongar sua disputa pela presidência do Brasil até o segundo turno



Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) decidirão no segundo turno, no próximo dia 28, quem será o futuro presidente do Brasil.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o representante do PSL recebeu 46,03% dos votos válidos (que excluem brancos e nulos) e ficou à frente do candidato do PT, Fernando Haddad, com 29,28% dos votos.

A dois dias das eleições, a vantagem de Bolsonaro sobre Haddad na corrida presidencial dobrou. Segundo pesquisa do Datafolha, o capitão reformado saltou 11 pontos percentuais do segundo colocado e passou a ter 38% das intenções de votos válidos. Já o petista manteve-se estável na segunda posição, com 25% dos votos.

O dia de votação foi marcado por uma série de denúncias de fraudes nas redes sociais, em todas as regiões do País. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou um novo balanço que mostra que, até às 17h02 deste domingo (7), haviam sido substituídas 1.695 urnas nas zonas eleitorais do país.

Na campanha eleitoral, Bolsonaro contou com o engajamento de diversos líderes cristãos, que se posicionaram contra o sistema de governo instalado no Brasil nos últimos anos.

Já Fernando Haddad se tornou a figura que representa um movimento chamado de “antipetismo”, marcando 40% no índice de rejeição a sua candidatura, segundo levantamento feito pelo Datafolha.


Fonte: Guiame | 08/10/2018