17 de abr de 2014

AD no Brasil se despede do Pastor Carlos Padilha

Velório e Sepultamento do Líder levou a Presidente Prudente
assembleianos de diversas regiões do País

Netos carregam corpo do Pastor Padilha para sepultamento

Foi promovido a eternidade, na última segunda feira, 14 de abril, por volta das 23h, vítima de complicações de um acidente vascular cerebral (AVC), aos 88 anos de vida, o pastor Carlos Padilha de Siqueira, presidente de honra da Assembleia de Deus, Ministério do Belém em Presidente Prudente (SP). Ainda na madrugada a notícia de seu falecimento chegou a diversas regiões do Brasil e exterior, levando no dia seguinte, a cidade onde dedicou os últimos 30 anos de seu Ministério, milhares de assembleianos.

O corpo começou a ser velado na madrugada do dia 15, terça feira, no templo-sede da AD em Prudente; ainda no dia 15 foi realizado o primeiro culto fúnebre, que reuniu mais de 3 mil pessoas e obreiros de diversas regiões do estado. Toda família Padilha estava presente e pôde receber o abraço de amigos e contemporâneos de seu pai, como os pastores Joel Amâncio, Antonio Lopes, Lourival Vilela dentre outros.

No dia 16, as 9h, conduzido pelo presidente da CGADB - Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, pastor José Wellington Bezerra da Costa e pelo atual presidente da AD em Presidente Prudente, pastor Samuel Padilha de Siqueira, teve inicio o segundo e último culto de despedida do Patriarca do Ministério do Belém. Pastores de todo estado e de outros se fizeram presentes. Durante ambos os cultos de despedida, fizeram uso da palavra os pastores, Rubens Souza representando o pastor Sebastião Rodrigues da AD em Cuiabá (MT); Robson Brito representando o pastor Ival Teodoro e Convenção do Paraná - CIEADEP e o pastor João Martins, presidente da AD em Corumbá (MS).

O pastor José Wellington Costa Junior falou em nome de todo Ministério do Belém; A CONFRADESP foi representada pelo pastor Emanuel Barbosa Martins; O próprio pastor José Wellington falou em nome da CGADB e o pastor Daniel Acioli falou em nome da Casa Publicadora das ADs (CPAD) e seu conselho administrativo. Em nome das autoridades do poder Público, falou o deputado federal, Paulo Freire; Pastor Francisco Cosmo representou o Campo de Presidente Prudente. Todos foram unânimes em destacar o grande trabalho feito pelo pastor Padilha na história das Assembleias de Deus.

Para o pastor José Wellington, a partida do pastor Padilha se resume em uma grande perda "Eu e o irmão Padilha eramos amigos há mais de 50 anos; o lugar do nosso companheiro nunca será ocupado; Pastor Padilha teve um ministério de mais de 60 anos, homem íntegro, fiel, por onde passou Deus honrou o trabalho de suas mãos; Hoje a AD no Brasil perdeu um de seus maiores Líderes" afirmou.

O pastor Jesiel Padilha, líder da AD em Santos (SP) e filho do Pastor Padilha falou em nome da família, em suas palavras ele afirmou "Pastor Padilha partiu para eternidade, mais deixa um legado de um ministério fecundo e bem sucedido, um ministério sem censura", em nome de toda família ele agradeceu o respeito e amizade do pastor José Wellington e sua família para com seu Pai, também agradeceu a todos os Pastores e irmãos que se fizeram presentes neste momento de separação.

As 11h o corpo saiu do templo carregado pelos netos, escoltado pela polícia militar, com honras digna de um Chefe de estado e uma carreata de dezenas de veículos, foi conduzido ao Cemitério Parque da Paz onde foi sepultado na presença dos filhos, netos, bisnetos, amigos, políticos e irmãos.

Quem foi Carlos Padilha de Siqueira
Nascido na cidade de Monte Alto (SP) no dia 5 de outubro de 1925, foi o terceiro filho de uma família de nove irmãos. Aos 19 anos de idade, aceitou a Cristo como Salvador pessoal na Assembleia de Deus na cidade de Lupércio (SP) e dois anos depois desceu as águas batismais. Em 1951 casou-se com a irmã Benedita Ricardo de Siqueira; desta união vieram nove filhos: Débora, Loide, Dorcas, Samuel, Miriam, Enéias, Israel, Jesiel e João Carlos (in memorian).

Em 1954, foi nomeado para liderar a Assembleia de Deus em Pompéia (SP). Em 1957, assumiu a liderança da Assembleia de Deus em Assis (SP), onde permaneceu por 13 anos. De lá foi para Presidente Prudente, onde liderou a AD local por quatro anos, de 1970 a 1974. Em 1974, a igreja em Corumbá recebeu o pastor Padilha que permaneceu ali até 1986, quando retornou à igreja prudentina, onde permaneceu por 19 anos. No ano de 2005, jubilou-se e passou a direção da igreja para o seu filho, pastor João Carlos Padilha de Siqueira. Com a morte de seu filho, em abril de 2011, retomou à liderança da igreja prudentina, ficando ali até o mês de outubro de 2013, quando passou a liderança da igreja ao seu primogênito Samuel Padilha, atual líder em Presidente Prudente. O pastor Padilha, como era conhecido, também exerceu a função de Conselheiro Vitalício do Conselho Administrativo da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) e foi vice-presidente e um dos fundadores da Convenção Fraternal das ADs no Estado de São Paulo (CONFRADESP).

Os amigos e familiares destacam que, ao longo de sua trajetória, o pastor Padilha conduziu seu modo de viver espelhando-se em Jesus Cristo, recebendo de sua família e da igreja a honrosa nomeação de pastor e o reconhecimento como líder, homem de Deus e guerreiro na oração. Sua história foi marcada pela simplicidade, avanço da obra de Deus por onde passou e o exemplo de integridade e simplicidade.

Em uma de suas últimas ministrações na Sede da AD do Belenzinho (SP), ele afirmou “a idade chegou, mas se eu pudesse voltar no tempo, faria tudo que fiz para Jesus novamente”. Ele apresentava um currículo de mais de 60 anos de liderança ministerial.

Por Tiago Bertulino

Pastor José Wellington Bezerra da Costa, se despede do amigo
de mais de 50 anos
Substituto do pai, pastor Samuel Padilha, líder da AD em Prudente
conduziu a despedida
Pastores Samuel, Enéias, Israel e Jesiel, filhos do Pastor Padilha
Filha e esposa do Pastor José Wellington, irmãs Rute e Wanda Costa
estiveram se despedindo do pastor Padilha
Vereadora por SP, irmã Marta e seu esposo Costa estiveram presentes

Pastor José Wellington fala durante cerimônia
Pastor João Martins, presidente da AD em Corumbá (MS)
Pastor Rubens Siro representando pastor Sebastião Rodrigues da
AD no Mato Grosso
Pastor Daniel Acioli, presidente da AD em Apucarana falando
em nome do Conselho Administrativo da CPAD





Pastor José Wellington Junior falou em nome do Ministério do Belém





Deputado federal, pastor Paulo Freire falou em nome dos demais
representantes do poder Público


Parte da família Padilha
Amigo de longas data do pastor Padilha, pastor Wilson José
agradeceu ao Senhor pela vida do Companheiro
Família se despede do Pai
Netos carregam corpo do Pastor Padilha