7 de jun de 2016

"Próxima eleição da CGADB será on-line" afirma pastor José Wellington

Pastor José Wellington fala sobre próxima eleição da
CGADB durante reunião em SP
Anúncio foi feito pelo líder da Convenção Geral durante reunião em SP

No dia 09 de abril de 2017, conforme determina o estatuto após reforma ocorrida por ocasião da 7ª AGE (janeiro/2016), os pastores e evangelistas membros da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), estarão mais uma vez elegendo seus representantes na mesa diretora e conselho fiscal para um novo mandato de quatro anos, 2017-2021.

Uma grande novidade será lançada nesta eleição, pois os ministros da entidade não precisarão mais viajar para consignar o seu voto, visto que foi aprovado na 7ª Assembleia Geral Extraordinária realizada nos dias 25 e 26 de janeiro deste ano, a votação será on-line. De sua própria residência, cidade, estado, através de um Smartphone, tablet ou computador, de forma segura e responsável, os líderes assembleianos participarão desta histórica eleição. Histórica porque depois de 29 anos, o pastor José Wellington Bezerra da Costa passará o bastão há um novo líder.

O atual líder esta no cargo há quase três décadas de forma legítima, pois disputou 10 eleições sendo 5 vezes eleito por aclamação e 5 como candidato mais votado nos pleitos disputados.

Durante reunião de obreiros da Assembleia de Deus no estado de São Paulo realizada no templo-sede da no Belenzinho na última segunda (6), o líder informou que a comissão eleitoral presidida pelo pastor Antonio Carlos Lorenzetti de Melo (RN), tem trabalhado arduamente afim de proporcionar aos convencionais uma eleição segura e organizada.

Vale lembrar que para votar não basta ser pastor ou evangelista, o ministro filiado à CGADB precisará estar com as suas obrigações financeiras e cadastrais, como mensalidades quitadas até o mês de dezembro de 2016 e o seu cadastro biométrico realizado junto à tesouraria e secretaria da Convenção Geral. Não perca tempo, procure já a sua convenção regional e regularize a sua situação. Oremos por mais este momento do concílio maior da denominação no Brasil.

Pb. Tiago Bertulino