16 de jul de 2012

Ministro filiado a CGADB pede a Mesa Diretora desligamento do pastor Samuel Câmara

Pastor Samuel Câmara
Presidente da AD
em Belém (PA) e da
CIMADB
Convenção da Igreja
Mãe das ADs no Brasil
Ministro acusa Pastor Câmara de conduta irregular durante 5ª AGE realizada em Maceió (AL)

Alegando “conduta irregular” o pastor Davidson Gomes Vieira (SP)  pediu que a Mesa Diretora da Convenção Geral (CGADB) instaure um  processo contra o pastor Samuel Câmara,  que pode culminar com  o seu desligamento da Convenção.

Pastor Davidson que é advogado pediu o desligamento de Samuel Câmara expondo que na ultima AGE ocorrida em Alagoas, no mês passado, ele incitou pastores a tumultuarem  a assembléia visando “ desestrurar e desestabilizar a união dos membros da CGADB a união da comunidade evangélica” explica o pastor.

O documento foi protocolado na Mesa Diretora e agora será apreciado pelos seus membros.



Leia matéria completa com cópia da representação feita pelo ministro contra o líder da AD em Belém (PA) em seu próprio blog. Clique aqui

Pastor Samuel Câmara é o pastor presidente da Assembleia de Deus em Belém (PA), primeira AD do Brasil, conhecida como Igreja-Mãe; presidente da Rede de Televisão Boas Novas e presidente da CIMADB - Convenção da Igreja Mãe das Assembleias de Deus no Brasil. O líder foi candidato a vice-presidente da CGADB em 2005, sendo eleito. E em 2007 e 2009, candidato a presidente, porém não foi eleito tendo ficado em segundo lugar.