13 de out de 2017

Primeira noite do Congresso de ED é marcada pela comemoração dos 500 anos da Reforma Protestante

Culto de abertura foi realizado nesta quinta-feira, no Riocentro (RJ)



Com cerca de 2.500 inscritos, teve início na noite desta quinta-feira (12), o 9º Congresso Nacional de Escola Dominical, o maior evento na área de Educação Cristã do Brasil. O evento, realizado no Riocentro, no Rio de Janeiro, é promovido pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) e tem como tema “No princípio era a Palavra”, baseado no texto de João 1.1.

O 9º Congresso Nacional de Escola Dominical, que acontece até o próximo domingo (15), faz parte das celebrações dos 500 anos da Reforma Protestante, comemorado em 31 de outubro de 2017. Ao longo de toda a programação, os temas das plenárias, louvores e apresentações, farão menção à história da Reforma, conduzida por Martinho Lutero, em 1517.

Ao longo de todo o dia, as 69 caravanas oriundas de todo o Brasil foram chegando para fazer o credenciamento e para conhecer a estrutura que foi montada para os próximos quatro dias de evento. A caravana da AD em Rio Branco (AC), composta por 50 pessoas, partiu para o Rio de Janeiro no último domingo (8). Após enfrentar vários percalços durante a viagem, o grupo chegou ao Riocentro no início da noite.

Culto de abertura

Ao iniciar o culto, o pastor Alexandre Coelho, gerente de Publicações da CPAD, deu a palavra de abertura e, na sequência, o pastor Claudionor de Andrade fez a oração inicial. Pastor Esequias Soares, líder da AD em Jundiaí (SP), e um dos preletores do evento, fez a leitura oficial da Palavra, em João 1.1-14. Em seguida, o pastor Kemuel Sotero, primeiro vice presidente do Conselho Administrativo, foi o responsável por fazer a declaração de abertura do 9º Congresso Nacional de Escola Dominical.

Pastor Alexandre Coelho fez ainda a apresentação de todos os ministros, preletores e pastores presentes ao Congresso. Em seguida, o diretor executivo da Casa Publicadora das Assembleias de Deus, Ronaldo Rodrigues de Souza, deu as boas vindas a todos os congressistas presentes, e mencionou todos os eventos que a Casa está promovendo neste Ano da Palavra, entre eles, o Concurso Crente Bom de Bíblia, cuja final será realizada entre os dias 2 e 4 de novembro, também na cidade do Rio de Janeiro.

Ao longo de toda a programação da noite, foram entoados hinos congregacionais pelo Coral e Orquestra Finlândia, da Assembleia de Deus em Cordovil, no Rio de Janeiro, liderada pelo pastor Francisco José, e sob a regência do maestro Joelson Ramos. Na parte musical, o culto de abertura teve ainda a participação da cantora Lília Paz, da CPAD Music.

Um dos momentos mais marcantes do culto de abertura foi a apresentação realizada por funcionários da CPAD. O grupo realizou uma encenação contando os principais momentos que deram início à Reforma Protestante. Finalizando a apresentação, o Coral e Orquestra Finlândia entoou o hino que marca os 500 anos da Reforma, "Castelo Forte" (581 HC).

Logo em seguida, deu-se início à 1ª plenária com o pastor Antônio Gilberto, consultor doutrinário da CPAD, sob o tema "Só a Escritura - Inspiração e alcance das Escrituras para a igreja do século XXI". A noite seguiu com homenagem ao pastor pela sua contribuição à cultura bíblica e doutrinária, e por seus 90 anos de idade. O pastor Elienai Cabral representou a CPAD, passando para as mãos do pastor Antônio Gilberto uma placa de homenagem. Pastor Martin Alves, líder da AD e da Convenção do Rio Grande do Norte, fez a oração de agradecimento a Deus pela vida do pastor homenageado.

O Coral e Orquestra Finlândia fechou a programação com "Aleluia de Hendel".

Redação CPADNews / com fotos de Tiago Bertulino