9 de nov de 2017

CEADAM Convenção da AD no Amazonas se desliga da CGADB

Pastor Jônatas Câmara assumiu presidência
da CEADAM após ida de seu irmão,
Pr. Samuel Câmara para Belém/PA
CEADTAM passa a ser a única Convenção do Estado ligada à Convenção Geral

No estado do Amazonas existem duas Convenções Estaduais das Assembleias de Deus ligadas à Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), hoje presidida pelo pastor José Wellington Costa Junior.

A primeira delas é a CEADAM - Convenção Estadual da Assembleia de Deus no Amazonas, presidida pelo pastor Jonatas Câmara; a segunda é a CEADTAM - Convenção Estadual da Assembleias de Deus Tradicional no Amazonas, presidida pelo pastor Gedeão Granjeiro Fernandes de Menezes, fundada em 14 de outubro de 2000, após discordar de metodologias e doutrinas adotadas pela pioneira no estado, a CEADAM.

Assim como seu irmão, pastor Samuel Câmara, nesta quinta-feira, 09 de novembro de 2017, afim de ingressar na CADB - Convenção das Assembleias de Deus no Brasil à ser fundada pelo líder da Igreja AD em Belém/PA, o pastor Jonatas também protocolou junto à CGADB seu pedido de desligamento.

No documento entregue à secretaria geral da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, o líder amazonense não pede só seu desligamento, mas de todos os ministros pertencentes a AD no Amazonas, bem como o cancelamento do Registro da CEADAM do quadro de Convenções regionais ligadas à CGADB.

Devido a solicitação da CEADAM, a Convenção da AD Tradicional, CEADTAM, presidida pelo pastor Gedeão, que goza do respeito e amizade de grande parte dos líderes das ADs no Brasil, passa a ser a única representante da CGADB no estado.

Pastor Jonatas na última eleição da CGADB realizada em 09/04/2017 concorreu ao cargo de 2º secretário, ficando em segundo lugar com 8.290 votos. 


Confira abaixo cópias do documento protocolado...