21 de fev de 2013

POLÍTICA ECLESIÁSTICA SUJA (Por Pr. Altair Germano) #compartilhe


Quem promove através de e-mails e das redes sociais campanhas difamatórias em períodos (ou fora deles) de  eleições eclesiásticas, não é digno de voto. Não é digno nem do título de pastor. Não serve também para liderar uma igreja ou uma associação de pastores.

Assessores que usam de tal expediente estão trabalhando contra aqueles que desejam eleger. Não sejam instrumentos do maligno.

Por favor, não me mandem tal expediente. Convertam-se ao Senhor, pois ele é grande em misericórdia.

Publicado pelo Pr. Altair Germano
em seu blog